A Arte da Conversão: Aprenda a Criar Textos que Vendem para Você

Ter um negócio ou projeto na internet requer uma série de providências e estratégias. E uma estratégia que todo empreendedor digital precisa utilizar é a produção de conteúdo direcionada para conversão. Ou seja, é necessário desenvolver textos, cartas de vendas, roteiro para vídeos e criação de e-mails persuasivos. De nada adianta se comunicar com grande frequência com seus leitores, se você não consegue se comunicar de maneira eficiente e convencê-los a agir de acordo com suas expectativas.

Se você criou um site ou blog na internet visando ter seu próprio negócio, eu tenho certeza que sua principal meta é gerar vendas. Então, de que adianta ter uma grande quantidade de conteúdo, se esse conteúdo não gera vendas e ainda por cima atrai as pessoas erradas?

Neste artigo eu vou te ensinar algumas dicas para você criar textos que convertem e trazem resultados efetivos para o seu bolso!

O QUE É CONVERSÃO?

Converter significa transformar algo, alguém, uma crença, um objetivo, um estado. Com base nisso, podemos entender que o objetivo de todo empreendedor digital é converter uma pessoa que está em um estado passiva (leitor) para uma pessoa que toma uma determinada ação, seja comprar um produto ou se cadastrar em uma lista. Ou seja, tomar uma atitude ativa diante daquilo que você coloca diante dos olhos dela.

Mas, converter por mais que seja uma tarefa fundamental, está longe de ser fácil.

Isso acontece por que cada pessoa vai interpretar todos os elementos colocados por você e verificar se eles atendem as necessidades dela.

Vou dar alguns exemplos para você entender melhor:

* Se o design do seu site ou da sua página de vendas for profissional, vai transmitir mais confiança. Se for amador vai cheirar a fraude ou golpe;

* O que você oferece é realmente aquilo que a pessoa precisa? Por isso, é preciso conhecer bem seu público-alvo, talvez você esteja oferecendo “bijuteria” para quem deseja comprar “joias” e vice-versa.

* Seu conteúdo é bem escrito, claro, conciso e convincente? Se você escrever bem, de maneira a transmitir segurança e mostrar os fundamentos, certamente a pessoa ficará mais segura para cadastrar o e-mail ou efetuar uma compra online.

Perceba que todos esses elementos são importantes, mas geralmente o grande responsável pela conversão são os textos. Por isso, tratemos em detalhes sobre eles neste artigo.

NICHO X OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

Aqui vai uma outra dica muito importante. Definir um nicho para atuar é uma das primeiras etapas de qualquer negócio. Mas, seu nicho não pode ser simplesmente um hobbie ou uma lacuna que você deseja preencher. Já pensou se você fosse criar um infoproduto tratando sobre o acasalamento do salmão prateado?

Eu não tenho dúvidas que essa seja uma lacuna do mercado. Afinal, ninguém ainda produziu um infoproduto abordando esse tema. Contudo, quantos pessoas estariam interessadas em paga por esse tipo de informação? Pouquíssimas!

Lembre-se: as pessoas não compram aquilo que você deseja, mas o que elas precisam.

Portanto, ao definir seu nicho de mercado encare essa tarefa visando encontrar uma oportunidade de negócio. Afinal, você não está criando um blog apenas para relatar os fatos do seu dia a dia, mas sim para gerar vendas.

Portanto, verifique se o nicho que você pretender atuar possui uma quantidade alta de buscas, uma concorrência média e bons produtos cadastrados no Hotmart para você promover em seu blog.

Avaliando esses 3 fatores, você aumenta suas chances de obter resultados em curto/médio prazo.demolição digital

TER OU NÃO TER UM BLOG

Eu já vi muitos empreendedores de sucesso afirmarem que você não precisa de um blog para ganhar dinheiro na internet. Porém, como vimos logo acima, os textos

são um dos fatores que mais contribuem para gerar conversões. Portanto, eu lhe pergunto: você não vai querer ter seu próprio blog?

No meu caso, utilizar blogs como estratégia de marketing foi uma das melhores decisões. Faço várias vendas por mês através dos artigos e esse é um dos recursos que eu não pretendo abrir mão.

Vou dar um exemplo para que você entenda a importância de ter um blog.

Imagine que alguém está na fila do banco, esperando sua vez para resolver algumas pendências financeiras. E pelo fato dessa pessoa estar vendo todo mundo pegando em dinheiro, ela lembra que a data para fazer a declaração do Imposto de Renda está próxima. E ela lembra que ainda não fez a sua declaração. Preocupada, essa pessoa pega o Smartphone e pesquisa: “Como fazer declaração de IR”…

E ela esbarra com um artigo que explica os prazos, a importância de declarar o IR, as consequências de fazer uma declaração errada ou com os dados incorretos. A medida que essa pessoa vai lendo o artigo ela vai ficando cada vez mais convencida e preocupada em fazer logo sua declaração.

Contudo, no fim do artigo, ela encontra um link para um curso online e em vídeo que ensina por meio de tutoriais como fazer a declaração do IR com segurança. O curso custa apenas R$ 50,00, mais barato que contratar um contador e ela pode ter o acesso permanente as informações do curso. Ou seja, todo ano ela pode assistir o curso e fazer suas próprias declarações. Tendo a certeza de que todos os dados estarão corretos e sem ter que pagar a ninguém para fazer essa tarefa.

O site de pagamento é responsivo. Ela retira o cartão de crédito, efetua a compra do curso na própria fila do banco e assim que chegar em casa assistirá as primeiras aulas.

Percebeu como o blog é importante?

Você pode até questionar que esse procedimento poderia ter sido feito por vídeo. É verdade. Mas, essa pessoa estava em um Banco e não levou fones de ouvido e nem poderia ouvir com clareza o conteúdo de um vídeo dentro de um Banco. O mesmo pode ser aplicado para pessoas que estão em consultórios médicos, dentro de um transporte público, etc.

Contudo, eu recomendo que você utilize as duas estratégias: vídeos e textos. Mas, você precisa ter um blog.

Concluindo… se você não tem um blog crie um o mais breve possível e se você já tem, utilize as técnicas abaixo para que ele se transforme em uma máquina de vendas.

PLANEJANDO SEU CONTEÚDO

Agora é hora de colocar a mão na massa e começar a produzir seu conteúdo. O primeiro passo é utilizar o Planejador de Palavras-chave do Google para você separar as principais palavras-chave relacionadas ao seu nicho de mercado.

Separe as palavras que possuem o maior número possível de buscas, e uma baixa ou média concorrência. Dependendo do seu nicho, será difícil encontrar altas taxas de busca com baixa ou média concorrência.

Para esses casos, você deve utilizar a estratégia da cauda longa. Ou seja, separe as palavras-chave de baixa e média concorrência, mesmo que elas possuem um baixo número de buscas. Por que ao utilizar várias palavras de cauda longa você também estará conseguindo um volume grande de acessos.

Depois que você filtrar as palavras-chave é importante elaborar os títulos dos posts com essas palavras e fazer um calendário de postagens para manter o hábito de sempre atualizar seu blog.

É importante que você separe seus textos em duas categorias: artigos focados em SEO, que vão garantir tráfego para o seu blog e artigos de conversão, que como o próprio nome já demostra, serão os grandes responsáveis pelas vendas.

Os artigos de SEO precisam ter um conteúdo informativo, objetivo e não mais do que 700 palavras.

Já os artigos de conversão podem ser um pouco maiores, podem até ter o dobro da quantidade de palavras que os artigos de SEO, pois a função deles é gerar vendas. E a pessoa que está precisando de uma solução está disposta a saber todos os detalhes sobre uma nova técnica, produto ou curso que você esteja promovendo. Portanto, não se preocupe com o tamanho do texto, apenas capriche para que ele entregue o conteúdo que promete.

Feito isso! É só começar a escrever…

PROMOVA OS PRODUTOS CERTOS

Não adianta você ter um excelente conteúdo e promover péssimos produtos ou produtos que não possuem bons argumentos de vendas. Todo seu trabalho estará indo por água abaixo.

Selecione até 5 produtos no Hotmart para promover. Escolha produtos com um blueprint de nível cinco, uma boa comissão e uma temperatura alta.

Esses são apenas alguns parâmetros que você deve usar para filtrar produtos que vendem, dos produtos que estão “encalhados”.

Mas, antes de promover um produto com seriedade você precisa fazer um trabalho mais minucioso. Assista o vídeo de vendas, leia a carta de vendas, se tiver alguma dúvida entre em contato com o produtor, verifique se todos os links e botões estão funcionado, analise a duração do cookie e se o produtor possui hotleads.

Fazendo esse trabalho você diminui os riscos e aumenta suas chances de obter boas vendas!

VOCÊ PRECISA SER UM DEMOLIDOR DIGITAL

Diante de tudo que eu lhe mostrei, eu tenho certeza que você ficou convencido que os artigos são peças fundamentais para obter boas conversões e transformar seu projeto em um negócio rentável.

E eu não poderia deixar de indicar o curso Demolição Digital do Anderson Chipak. Não sei se você já sabe, mas o Anderson é um dos maiores especialistas sobre produção de artigos focados em conversão.

Eu fiz o curso dele e posso garantir que as técnicas que eu aprendi transformaram radicalmente meus negócios. Antes eu não sabia como escrever meus textos e elaborar meus conteúdos. E com isso eu perdia muito tempo e deixava de ganhar dinheiro.

Depois que eu comecei a aplicar as técnicas do Demolição Digital, parece que eu elevei a décima potência os meus resultados. E não digo isso para me gabar, apenas para que você saiba até onde pode chegar.

O curso além de lhe ensinar em detalhes e de uma maneira muito didática como planejar e escrever seu conteúdo, o Anderson também vai lhe ensinar como gerar resultados utilizando tráfego pago, mas investindo quantias muito pequenas e obter altos retornos.

O Felipe Nascimento investiu apenas R$ 30,00 e obteve mais de 21 mil reais de lucro líquido. Isso mesmo que você leu. Para não deixar qualquer dúvida, clique aqui e leia na integra o depoimento do Felipe a respeito do trabalho desenvolvido pelo Anderson Chipak.

Veja Abaixo o Fluxograma Demolição Digital:

fluxograma demoliçao digital

Eu sou uma Demolidora Digital e você o que está esperando para potencializar suas vendas!

A Arte da Conversão: Aprenda a Criar Textos que Vendem para Você
5 (100%) 2 votes

Curta e compartilhe! Isso me ajuda muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *